Administração Nacional das Pescas
Eventos Notícias

CELEBRAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA PESCA

A Província de Gaza, Distrito de Bilene acolheu no dia 21 de Novembro as cerimónias centrais do Dia Mundial da Pesca, sob o lema “Por uma Pesca e Aquacultura sustentáveis, contribuindo para a integridade dos ecossistemas aquáticos”.

A efemeridade foi dirigida por Sua Excelência a Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas, Lídia Cardoso, e contou com a presença de cerca de 400 participantes, representados por Dirigentes de nível Central, Provincial e Distrital, parceiros de cooperação da FAO, Líderes comunitários, comunidade pesqueira, Directores e alunos oriundos das escolas circunvizinhas.

No seu discurso, Lídia Cardoso, agradeceu aos presentes pela participação e enalteceu o esforço do Governo da Província e Distrito pela organização e preparação do evento. Saudou ainda, a presença das entidades públicas e privadas pelo apoio prestado no campo da Pesca e Aquacultura, numa época em que os recursos são limitados face as necessidades do Sector.

Lídia Cardoso, recordou aos presentes que o ano de 2022 foi declarado o ano internacional da Pesca e Aquacultura Artesanais, pelo contributo socioeconómico que este subsector desempenha na vida das comunidades pesqueiras residentes ao longo da costa e bacias hidrográficas, nomeadamente: a segurança alimentar, renda, postos de emprego, qualidade de vida e nutrição.

Assim, Lídia Cardoso, destacou o papel importante das acções e medidas de gestão da pesca e aquacultura concorrentes para a sustentabilidade e integridade dos recursos aquáticos. Ressalvou, que é compromisso de todos os intervenientes, em particular do Governo dar o devido respeito e tratamento a estas actividades milenares e essenciais, com vista a assegurar a continuidade das actividades no país, diante dos desafios relacionados ao uso múltiplo dos ambientes aquáticos, pesca ilegal, uso de artes nocivas a pesca com enfâse para as redes mosquiteiras, destruição dos corais e mangais, poluição marinha, entre outros.

Para os Centros Comunitários de Pesca (CCP), autoridades locais, pescadores e associações de pesca e aquacultura, Lídia Cardoso apelou maior envolvimento na preservação dos recursos pesqueiros, denunciando práticas atentatórias à pesca. Igualmente, exortou a necessidade de se observar com rigor o período de veda, em vigor desde 1 de Novembro.

Pela sua transversalidade, a pesca exige uma abordagem holística, integrada e transnacional, à medida que avançamos na exploração do mar numa perspetiva de Desenvolvimento da Economia Azul, frisou Lídia Cardoso. Adicionalmente, afirmou que o Sector em 2022 concluiu vários pacotes de regulamentação da Lei das Pescas, e realizou o Censo da Pesca Artesanal com o apoio inequívoco dos parceiros, assim como a implementação de projectos e programas que contribuem para o desenvolvimento da cadeia de valor da pesca e aquacultura.

 Para os laureados, Lídia Cardoso, disse que a premiação é fruto de trabalho e dedicação no exercício das actividades desenvolvidas no ano de 2022, e encorajou aos demais a seguir o exemplo das empresas de pesca, CCP e Aquacultor vencedores, num contexto global de incertezas e aumento dos preços de combustível e insumos da pesca e aquacultura.

Artigos relacionados

ADNAP, IP Reúne com Parceiros de Cooperação

Julio Mauro Langa

Estabelecido o Período de Defeso e Veda 2022/2023

Arão Matusse

3ª Sessão da Comissão Técnica de Pesca

Arão Matusse